O acto de criação realmente existe? Ou limitamo-nos a combinar e dar organização a objectos figurativos ou não, segundo a nossa óptica.

Já tudo foi criado? Haverá espaço para criação, inovação? Será a nossa mente influenciada por tudo o que viu, leu e sentiu, até ao momento da criação de obra?

Exibições: 86

Responder esta

Respostas a este tópico

Na minha modesta opinião, o acto da criação existe realmente e está inerente à própria condição do Ser Humano; Homem e Criação fundem-se num só conceito. O resultado final dessa criação é sempre o fruto que resulta da união de factores como, a nossa herança genética, a influência da sociedade em que estamos inseridos, o nosso estado de espírito, etc. etc. etc. Assim, enquanto houver Homem, haverá Criação.
Concordo com ambos. Apesar da criação ser um processo condicionado por diversos factores, porque "o Meio faz o Homem", parte da imaginação. E a imaginação é pessoal e também por isso "o Homem faz o Meio"... No fundo, a criação é a imaginação individual que se partilha com os restantes... E a nossa criação também, eventualmente, poderá condicionar outras criações... Uma bola de neve gigante de Criação! Enquanto existirmos criamos.

Concordo com o Ricardo em tudo principalmente com o nosso estado de espírito é fundamental estarmos bem com a vida.
Concordo como que foi dito. Sim, há espaço para criação e inovação. Não, ainda não foi criado tudo e sim a nossa mente é influenciada por tudo o que vivenciamos até ao momento.

Eu, enquanto individuo, pessoa, ser, vivo, sinto, absorvo o ambiente que me rodeia, apercebo-me das necessidades dos outros,da intranquilidade psicologica com que vive, da desconfiança e do medo presente em cada acto. Tenho consciência de que quero coisas diferentes, logo a necessidade leva para caminhos nunca percorridos, a uma descoberta bem-vinda e estimulante, criando uma sensação de paz e tranquilidade. Por fim, surge um daqueles sentimentos em que basta pegar no lápis, caneta, pincel e começar a criar.

Se eu não estiver exposta a esses estímulos, a diferentes tipos de pessoas, eu não evoluo enquanto pessoa e tudo o que possa fazer é com base no passado e não com base no que eu poderei fazer.

Nós somos o resultado de diversos ambientes e isso, a meu ver reflecte-se no que criamos, como o fazemos e no que resulta.
É Vanda, acho que no essencial estamos todos de acordo. Mas com pequenas nuances; quando vc diz ...tenho consciência de que quero coisas diferentes (...) criando uma sensação de paz e tranquilidade... eu diria que por vezes não tomo consciência de que quero coisas diferentes. Penso que tudo se passa para lá dos limites do consciente, a intuição flui e conduz-me. Criar não me dá uma sensação de paz e tranquilidade; criar é para mim sinónimo de intranquilidade, de exaltação, de desgaste físico e intelectual, mas não há como evitar toda essa exaltação. A recompensa, essa, para mim acontece quando apresento uma exposição, momento em que os meus trabalhos deixam de ser os MEUS trabalhos e passam a ser de quem os possa apreciar (ou não).
E, voltando à questão inicial, à da CRIAÇÃO, no instante em que o trabalho do artista é mostrado, a criação continua, multiplica-se exponencialmente, correspondendo uma interpretação a cada um dos espectadores, e muitas vezes nenhuma delas coincide com a mensagem que o artista quis transmitir. E é aí que vejo a magia da arte - no sentir que as obras permanecem vivas, ao serem descodificadas por cada um de nós, com vivências, culturas e estados de espírito díspares.
Para mim a criação, é o conhecimento para além da lógica,que será a INTUIÇÃO. Tudo que seja combinar, organizar, segundo a nossa óptica, está dentro da lógica, significa que muitos de nós estamos acorrentados a princípios e regras. A Arte é algo mais. Existe o conhecimento, o desconhecimento e o incognoscível, é aqui que começa a Arte, pintar com o coração, com intuição. O nosso intelecto terá a sua utilidade, mas infelizmente tornou-se o Senhor de todo o nosso SER. O nosso coração tem um centro de funcionamento totalmente diferente que é a intuição. o intelecto deve ser colocado no seu devido lugar, porque ele é um servo e não um Senhor. e como servo ele é excelente, é útil. Conclusão um bom pintor tem que ser irracional!
Fraguial
É isso Fraguial... tem de se ser Irracionalmente Racional :-)
Abraço Amigo
Bom dia,

estou de acordo com o que disseram o Ricardo e o Fraguial.

Quando saímos de uma reviravolta de acontecimentos, as nossas emoções, sentimentos, ansiedade natural, por vezes, impedem-nos de olhar para as coisas como são e de separa o trigo do joio. Quando "crio", invento ou quando surge algo na minha imaginação que sinto necessidade de colocar no papel, o meu objectivo primordial é criar uma sensação, um impacto quando a pessoa olha e gosta ou não gosta. Para exemplificar, olhos para os quadros da Paula Rego, embora lhe admire a técnica, e não gosto do que sinto quando olho pela primeira vez, mas causou impacto para me ficar na memória e chamar a atenção.

O "criar" é o culminar da absorção da nossa vivência. O nosso bem-estar psicologico e o estarmos de bem com a vida,como disse a Rita, tem um papel fundamental, no que resulta da criação.

Acho que é diferente para cada um de nós. Gosto do irracional racional.
PEGANDO O BONDE ANDANDO...NÃO CREIO NA CRIAÇÃO QUE SURGE DO NADA.NEM MESMO AGENTE QUANDO A MAMA FOI FECUNDADA!
CONCORDO COM O QUE AQUI FOI DITO E O ATO DE "COMPOR" ME DEIXA TAMBÉM EXAURIDO,MAS,FELIZ!
ACREDITO QUE A ARTE E A CRIAÇÃO VERDADEIRAMENTE ESTÃO EM NOSSO PENSAMENTO.OS CONHECIMENTOS TÉCNICOS,SOMADOS A OUSADIA E AO DESRESPEITO PELAS NORMAS ESTABELECIDAS,PODEM NOS DAR ALGUM REGISTRO DE ALGO QUE NÃO SEJA "UMA CRIAÇÃO VULGAR"!
DENTRO DE MEUS "ACHISMOS",IMAGINO QUE PARTINDO DESTES CONHECIMENTOS TÉCNICOS E INFLUENCIAS RICAS,EM ARTE,TEMOS QUE ENTRAR EM NOSSA ALMA E DIANTE DOS BAÚS ENCONTRADOS NESTE PORÃO,DESTAMPARMOS ATÉ AQUELES QUE NOS ENVERGONHAM! AQUELE QUE SEUS AMIGOS DE INFANCIA E SUA FAMILIA IRÃO REPUDIAR!
" OS ELOGIOS PODEM SER IMENSAS TRAVAS EM NOSSO CAMINHO SE NÃO PUDERMOS ATROPELAR O AUTOR DESTES!"
..estou de acordo c fragial!....a criaçao para mim e algo de belo k m deixa divagar ...e realizar!!!e com saudades kando m separo dela..mas e a vida s pinta p vender....mas vai sempre algo mim...
Bem perante o que me dá a entender, a criação artística pode ter muitas formas de inspiração, dependendo que cada autor bem como o seu método de trabalho, cada um inspira-se onde lhe dá mais jeito, a inspiração é uma fonte própria, estado em paz ou em desassossego, sendo racional ou irracional, divagando ou não divagando, o mais importante que acho na criação artística é a sua performance, dentro do que ja foi feito e o que esta por fazer, a obra e a performance faz toda a diferença, penso que quem tem uma boa performance vende bastante quem não tem... bem em principio deve vender menos!!!!
Como se chega a uma boa performance artistica? acho que para tal tem de se ser um grande observador...

José Ortega y Gasset disse "só aquele que presencia o sublime é que tem o conhecimento do belo"

acho que tem todo o sentido, agora na sei é se um dia terei a noção que já sei o que é belo e não é belo...

bom trabalho escrito de todos, gostei. ;-)
Apesar de concordar que há inspiração,também por vezes o sinonimo.Como numa linguagem de pintor diria.."Podemos se impressionista ou expressionistas"mas que no fundo todos temos uma analise.
Eu vejo a Obra e Artista como um só,um pivô.(A criação) Juntando tudo que nos rodeia há criação Temos a trilogia que forma a Arte.A trindade dos velhos mestres.(Como referiram,nos genes).

Sou autodidacta, meu pai estudou belas artes.E num velho livro que tinha por casa(T.Profissional de carlos Velasco.De 1978 se não to em erro) ele introduz.:


«...Ela(Natureza),é o melhor dos mestres.pôsto que dela brota a Arte e nós podemos captar tudo isso sem muito esforço.O único que precisamos de "sentir" a variedade de beleza que sentimos em nosso redor e procurar captar a tudo...a nossa maneira.»

Logo acredito que o artista brinca com a natureza e sua matéria,do ser e não ser.fazendo partidas.A si e há fé que tem.Do que virá ou não e poder compreender, a escolha.
Pois de uma grama de pigmento a gente escolhe,se juntamos agua,claras de ovo,o rezina de linhaça.
Mas nunca vamos poder prender no seu destino.Pois é uma parte do universo como todos nós.

Para quem ainda não viu o varrimento de um mandala por monges budistas aconselho a ver.
É como um quadro que se varre com o tempo em mil anos...
Tudo isso para dar uma lógica ao universo.O Karma

Logo acredito que exista a criação,cabe a nós se fluirmos mais ou menos.Pois temos de ter em conta que somos limitados ao acto de criação.
Podemos é ainda não ter evoluído A criação.
E tarámos a caminhar adromecidos com Obras,para uma Obra em comum.

Responder à discussão

RSS

Últimas atividades

ROSANE IADANZA atualizaram seus perfis
segunda-feira
Paulo Vitor Campos de Melo postou fotos
17 Jul
Rosilene A. S. Antunes Papatella é agora um membro de Arte em Cima
16 Jul
João Claudinei Moreira atualizaram seus perfis
15 Jul

Fórum

Sugestões para melhorar a GaleriaAberta.net

Iniciado por António Dulcídio. Última resposta de Elisabete lopes johansen 17 Nov, 2015. 1 Resposta

Aqui poderá deixar o seu contributo para nos ajudar a melhorar a GaleriaAberta.net. Deixe-nos aqui a sua sugestão. Continuar

Quais são as pinturas mais famosas do mundo em sua opinião?

Iniciado por Caion Fatibello Alves 22 Out, 2015. 0 Respostas

Olá pessoal! Eu escrevi um artigo sobre as 50 pinturas mais famosas do mundo em um blog, porém, gostaria de saber se a lista está boa da…Continuar

Que se lo ponga Cualquiera.

Iniciado por Fernando Ricardo Bezerra Rocha. Última resposta de Fernando Ricardo Bezerra Rocha 6 Jul, 2015. 4 Respostas

Hola, un mensaje a los Navegadores. Es solamente una observación como observador de vuestra Bienvenida  Associaçao. Noto que en las exposiciones presentadas no se ve ningún joven, niños o algo parecido a un adolescente.Como soy cazador, no me a…Continuar

Pesquisa sobre artes e redes sociais - para tese de doutorado

Iniciado por Sharine Machado Cabral Melo 19 Nov, 2013. 0 Respostas

Olá! Faço doutorado em Comunicação e Semiótica na PUC-SP. Estou fazendo uma pesquisa para minha tese. Se puderem, por favor, ajudem a responder e compartilhar.Obrigada!…Continuar

© 2017   Criado por António Dulcídio.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço